Blog

Advocacia Tributária: 6 dicas para escolher um bom escritório

Você, empreendedor, já pensou em contratar um escritório de advocacia tributária? Em um contexto econômico em que um dos riscos mais presentes na administração de uma empresa é o fiscal, contar com orientação especializada é fundamental para o sucesso e longevidade do negócio.

A função de um escritório que preste serviços de consultoria tributária é trazer uma nova visão para o gestor que, muito ligado no dia a dia operacional, acaba se perdendo de pontos importantes fora da sua área de expertise.

Desde a fase inicial de um empreendimento, quando os futuros sócios têm a intenção de iniciar determinado investimento, é papel do advogado tributarista entender o negócio planejado.

Ele terá que ouvir, entender a estratégia pensada, o ramo em que a empresa irá atuar para, apenas depois de analisar todas as informações a ele trazidas, propor o modelo jurídico mais adequado.

Quer saber mais? Confira o post que preparamos e entenda a importância de contratar uma advocacia tributária!

Qual é a diferença de atuação entre advogado tributarista e contador?

Embora as atuações desses especialistas tenham muitas afinidades e se complementam, elas não são idênticas.

Cabe ao contador, normalmente por meio dos escritórios ou empresas de contabilidade, cuidar da importante área da produção das informações contábeis e fiscais das organizações, que servirão como base para a tomada de decisão. Estas informações abrangem a escrituração e registros de todos os fatos econômicos e financeiros, elaboração e análise das demonstrações contábeis, auditorias e trabalhos afins.

Já o advogado, em geral por meio dos escritórios de advocacia tributária, deve traçar, dentro dos interesses da empresa, a estratégia legal para adequar o pagamento dos impostos e contribuições, bem como minimizar ou eliminar potenciais passivos tributários com reflexos negativos no futuro. Há também a função litigiosa do profissional da advocacia, que consiste em atuar na defesa da organização nas esferas administrativa e judicial — quando houver algum problema ou reivindicação junto ao Fisco.

O que devo levar em consideração ao contratar uma advocacia tributária?

Ao identificar a necessidade de contratação de um advogado para tratar de questões tributárias, o empreendedor se vê diante de outro dilema: como escolher a advocacia tributária ideal?

Neste momento alguns fatores devem ser levados em consideração, buscando sempre a melhor segurança e comodidade relacionadas à assessoria, como por exemplo:

1. ESPECIALIDADE:

Em virtude de a Legislação Tributária ser bastante densa, extensa e confusa, é importante que o advogado seja especializado em direito tributário.

Portanto, ele deve conhecer os posicionamentos dos fiscais, dos órgãos julgadores nos âmbitos administrativo e judicial, sobretudo dos tribunais como instâncias superiores do judiciário para que a estratégia seja passada com mais segurança.

Salvo as exceções, um profissional generalista, acostumado com demandas cíveis, trabalhistas ou penais por exemplo, não possui a experiência e os conhecimentos específicos necessários para lidar com a farta legislação tributária e com a rotina dos órgãos administrativos e judiciais que tratam desta matéria.

2. PESSOALIDADE:

Certifique que profissional lhe atenderá de forma pessoal e direta e totalmente individualizada. A área tributária requer bastante estudo e atenção, tendo em vista que cada empresa traz suas particularidades e exceções;

3. EXPERIÊNCIA:

É essencial que o advogado já tenha casos análogos com resultados satisfatórios e conheça, de fato, a realidade dentro das empresas. Isso inclui desde as práticas internas até a defesa em possíveis questões envolvendo restituições;

4. HABILIDADE E QUALIDADE NA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO:

Um escritório de advocacia tributária deve ter a capacidade de obter os resultados que você merece. Eles também devem fornecer um bom serviço.

Verifique a experiência, credenciais e antecedentes dos advogados do escritório. Leia todas as informações do site e fale com eles.

Neste momento, aproveite para observar como é tratado. Suas ligações telefônicas são retornadas?

5. CONFIANÇA E SEGURANÇA:

Para fechar qualquer negócio em sua vida é necessário ter confiança, e nesse caso não é nem um pouco diferente. Converse pessoalmente com o advogado tributarista de sua preferência, observe a confiança e segurança que ele lhe passa ao falar em relação ao assunto tratado. Nunca feche negócio com alguém que não passa confiança e segurança dos trabalhos que realiza.

6. ANÁLISE DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS:

Alguns escritórios atuam apenas na parte de consultoria voltada para a melhoria dos processos internos e da tomada de decisões das empresas. Porém, alguns, além de prestarem essa consultoria, contam com uma assessoria especializada no contencioso, ou seja, em processos administrativos e judiciais.

O interessante disso é que, quando o contrato englobar as duas áreas, você terá um serviço completo e o melhor: poderá economizar e centralizar as informações da sua empresa em um lugar só.

O acompanhamento completo dos serviços também possibilita o desenvolvimento de melhores peças de defesa e de melhores argumentos para a discussão judicial, caso alguma ação venha a ser proposta.

FONTE: https://www.damhafilho.adv.br/direito-tributario/advocacia-tributaria/

construtora

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *